as letras e os números

Eu gosto dos números, já gostei até de matemática e física no ensino médio, contas de padaria então eu sempre achava o máximo. As letras sempre foram minha paixão, escrevo de tudo e de todo mundo, tenho um monte de diários e adorava escrever historinha quando era criança. As letras e os números dão uma boa dupla, mas se for pra escolher eu prefiro as letras é claro, com elas você faz o que quer, pode perceber em provas de questões abertas, do tipo "dê sua opinião" desde o fundamental eu enrolava as professoras,eu dava uma volta no mundo pra dar uma resposta nada a ver e ganhar alguma nota, as letras você inventa e reinventa e acaba em música, poema, poesia. Sim, eu gosto é das letras! Já os números, nem tanto, eles são cruéis, eles não "dão chance", ou é, ou não é, exatos. Tô com uma mania feia de usar as letras com a crueldade dos números. Por exemplo, "você quer exatamente o que?", ou, "onde você está exatamente", essas perguntas matemáticas como já disse não deixam brecha pra escapar, não gosto disso. Viva a flexibilidade das letras! (coisa de gente enrolona)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

por menos romantização nos sintomas da gravidez

a hora da virada

um pau duro e uma punheta