Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2014

O PAPEL DAS ENTIDADES ESTUDANTIS NA UPE

Imagem
Costumo dizer que o movimento estudantil nasce da necessidade dos estudantes se organizarem pra resolver o que está errado. Foi o movimento estudantil que na ditadura militar foi às ruas pela volta da democracia, que pediu eleições diretas, que tirou um presidente corrupto do poder. Há quem diga que o movimento estudantil "não é mais o mesmo de antigamente" e aí que precisamos compreender que de fato não é, porque antigamente não existe mais, estamos vivendo um outro momento e outras lutas. 
Por exemplo, até 2009 eram cobradas mensalidades na UPE, depois de muita luta ela se  tornou gratuita, aí a gente se pergunta, a luta acabou? O movimento estudantil luta pelo que agora? A luta agora é pelo que ainda não temos: casa do estudante, restaurante universitário, mais bolsas de pesquisa e extensão, bolsas de auxílio permanência e várias outras coisas. Mas o que a gente tem a ver com isso tudo? Somente os estudantes tem condições de lutar pelas necessidades que sentem na pele. O p…

o movimento estudantil

Imagem
Depois de alguns anos de movimento estudantil (ME), a gente fica achando que sabe de tudo, de como fazer tudo, mas estamos sempre vulneráveis a falhar, ainda mais que ninguém faz movimento estudantil sozinho, respondemos por um coletivo que é feito por pessoas normais e diferentes umas das outras, tenho três anos de militância e todo dia aprendo uma coisa diferente, pena que quando a gente começa a entender melhor as coisas, acabou, já é hora de se despedir pra dar espaço pra novas lideranças, a experiência então fica pra gente, a gente usa em outras lutas, mas claro, movimento estudantil é movimento estudantil. 
Como eu acredito que viemos a esse mundo pra compartilhar experiências, uso o meu blog nesse intuito também e quero dividir algumas impressões que venho tendo nos últimos dias em atividade. Quase todas as pessoas que entram no ME tem um coração bom, pensam no coletivo, entendem que é preciso se mexer pra que as mudanças aconteçam pra os próprios estudantes e aí está a beleza e…

vida corrida

É que me veio um suspiro de inspiração e eu preciso escrever. Ela veio justamente da falta dela, todos os dias penso em escrever, falar das minhas impressões sobre as experiências cotidianas, mas falta a danada da inspiração. Como já escrevi uma vez, escrever não é pra quem quer, mas pra quem sente e hoje eu senti falta, acho que por isso que ela chegou. 
Me inspiro quando tô muito feliz, ou muito triste, mas quando a vida tá corrida demais ela nem chega perto de mim. Minha vida fica menos completa quando não boto pra fora o que me aperta por dentro. Então deixem aqui eu aproveitar meu suspiro. Estou me sentindo no meio do furacão, me enfrento todos os dias, é que na verdade eu sinto muito medo. Talvez as pessoas menos próximas não saibam que morro de medo de falar em público, mas falo. Talvez os meus pacientes não percebam que morro de medo de fazer um curativo e ele sentir dor, de fazer algum procedimento errado, que eu me tremo toda vez que vejo um deles indo embora, mas eu encaro. …