Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2015

aos meus amores, dedico meu amor

O que seria de nós sem o amor que nutrimos uns pelos outros? Ninguém nesse mundo por mais duro e cruel que seja vive sem amar alguém. O amor é o que dá sentido e o que nos dá força pra enfrentar o grande mistério que é a vida. Dito isto, quero declarar todo meu amor pelas pessoas que me cercam, eu amo muita gente, amo quem causa em mim qualquer alegria no meio do dia, quem se preocupa comigo, quem cuida de mim, amo quem não se preocupa comigo mas que causa preocupação em mim, amo quem já me cativou de alguma forma e se tornou único pra mim como aprendemos com "o pequeno príncipe" e pra se manter amando é necessário muito cultivo, atenção, moças, meninos, meninas, rapazes, senhoras e senhores, CULTIVAI O TEU AMOR! Cultivo é cuidado, é carinho, é atenção, é respeito, cultivo não se paga e não se vende, é doação, é entrega. Na vida, no mundo, nada vale mais que as pessoas, atente-se para aqueles que te cercam. E se acha que não tem quem cultivar, abra os olhos, tem um mundo int…

amor, luta e poesia

Imagem
De repente acordei na última segunda-feira e não era mais do movimento estudantil, não sei o que senti e o que tô sentindo porque eu não gosto de mudanças, novidades me deixam perdida, um dia desses mesmo tava na subway e fiz meu típico pedido do recheio de "almôndegas", a moça disse que não tinha e eu não soube o que fazer porque eu nunca pensei em comer um diferente. 
Não sei como é não ser estudante universitária mesmo que já tenha me formado, não sei como é não ser do DCE ou da UEP, não sei, meus dias sempre foram divididos entre meus compromissos da faculdade e agora da residência e entre os compromissos militantes e viciantes, agora tenho até tempo livre, isso é estranho e ao mesmo tempo me sinto profundamente feliz e com sensação de missão cumprida. 
Quero ler mais, escrever mais aqui no blog, estudar pra ser a enfermeira que o povo precisa, voltar a visitar parentes e amigas. Quero um tempo pra mim, pra pensar em tudo e conseguir olhar pra frente com coragem, mas uma c…

SOBRE O CONGRESSO DA UEP

Imagem
Todo congresso quando acaba deixa um buraco dentro da gente, acho que é saudade mesmo, só quem já foi pra um congresso de movimento estudantil sabe do que eu tô falando. Toda janela de ônibus bota a gente pra pensar (comoJoy Carludisse que alguém já escreveu isso). Subir num ônibus voltando de um congresso faz a gente pensar demais. Domingo peguei o último ônibus do último congresso que participei enquanto militante do movimento estudantil e não sabia o que pensar, só chorei, chorei toda minha alegria, satisfação, gratidão, tristeza, frustração e saudade de um pedaço da história da minha vida, páginas tão bonitas que não cabem aqui, mas me esforço pra tentar registrar porque preciso. Depois de ser convidada pra disputar chapa do Diretório Acadêmico Identidade por Amanda em 2010 e ouvir Thamires Lucena então presidenta do DCE UPE falando sobre ter conquistado a GRATUIDADE DA UPE, me encontrei. É como se fosse assim, um dia alguém acha a gente. Que bom que fui achada e que bom que pude …

A defesa e fortalecimento do SUS na perspectiva da construção do socialismo

É ano da 15ª Conferência Nacional de Saúde e em meio a crise econômica mundial que chega com força no Brasil e que coloca em disputa o papel do estado para superar a crise, os setores de esquerda, os profissionais de saúde compromissados e os cidadãos em geral que tem responsabilidade com o bem-estar social do povo brasileiro devem garantir a unidade política necessária para defender o nosso Sistema Único de Saúde, o SUS. O povo que constrói diariamente as riquezas do nosso país com suor e fervor deve disputá-las e enfrentar com coragem o acirramento da luta de classes que está dado e a ofensiva que os setores conservadores impõem a agenda política dos avanços. 
Ano passado o povo brasileiro elegeu o congresso nacional mais conservador desde 1964, militares, religiosos, ruralistas, e desde a posse dos parlamentares que as sessões e projetos debatidos nelas refletem os interesses desses setores em detrimento dos interesses da pluralidade e diversidade que configura o povo brasileiro, …

sobre antônio

Eles sabiam que não eram o grande amor um do outro, fizeram a constatação individualmente depois de 60 dias de experiência, na verdade nunca declararam explicitamente a reciprocidade disso, mas sabiam. Continha nessa constatação um tanto de crueldade com o futuro que o destino poderia conceder, mas é que às vezes os fatos são como contas matemáticas, não tão claros, mas racionais e diretos. A constatação de caráter cruel e sabotadora enfrentava a verdade e ao mesmo tempo era corajosa, lidar com a realidade é sinônimo de coragem. 
Dois desbravadores dos encontros da vida. Não eram o grande amor um do outro, mas ainda assim buscavam leveza nessa constatação setenciadora, descobriram-se "companhia", "acompanhantes", "companheiros". Palavras parecidas que complementavam o sentido do "bem querer" entre os dois. E nessas palavras constataram um tanto a mais de verdade, esta sentença era mais certa e tinha mais beleza, por que na vida os grandes amores …

desacelerar

Uma agenda lotada pra quem tem disposição é viciante. Compromissos em cima de compromissos, missões dadas, missões cumpridas. Discussões, confusões, reuniões, correria, sem hora pra dormir, com hora pra acordar, sem hora e dia certos pra chegar em casa, nos momentos de vitória a satisfação, agora todos os sacrifícios valiam à pena e faziam sentido, o sentimento? renovação! E assim foram seguindo todos os meses, 48 meses sem parar até que de repente o corpo, a mente e alma clamam pra desacelerar, pra cortar compromissos, esquecer alguns, ser esquecida! De repente a única renovação é correr pra chegar em casa como se em casa fosse um refúgio paralelo a vida real, mas em instantes lembra que a vida real é aquela ali, cumprimentar os rostos tão conhecidos na rua, ter o colo de quem se ama, deitar na cama sem peso na consciência e se sentir feliz por isso, de repente a menina que não parava quer parar, ela não deixou de sonhar nem de acreditar no que acredita, mas não quer mais discussões,…