Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2015

maldito escorpiano

Imagem
Maldito escorpiano que domina minha mente ariana, maldito escorpiano sedutor. Maldito escorpiano que me faz largar o celular sem ver a hora passar, que me cativa como uma criança e me faz ficar encantada com sede de querer mais. 
Maldito escorpiano que tem o abraço que me encaixa, que me envolve, que me aperta, que me sufoca, que me sacia. Maldito escorpiano que brinca de me beijar, que se lambuza no meu corpo e me faz não querer mais parar. Maldito escorpiano que é bendito por si mesmo, porque é intenso, porque é de verdade, porque é agora e depois eu já não sei mais. 
Maldito escorpiano, entenda, dos meus machucados cuido eu e de você eu só quero você, pra me dominar, pra me cativar, pra me sufocar, pra me saciar, pra me abraçar, pra me beijar, pra me maltratar!


Recife, um caso de ódio e muito amor

Imagem
Longe de Recife um dia desses constatei: Recife é uma cidade que a gente odeia, mas não vivem sem porque sente amor. A gente odeia o trânsito do Recife, a falta de mobilidade na nossa cidade porque todo mundo precisa vir pra Recife, o centro onde tudo acontece, mas a gente ama porque até no meio da confusão dos ônibus lotados a gente tem um povo arretado que ainda consegue sorrir. 
A gente odeia Recife porque Recife fede, mas a gente ama passar pelas pontes do Recife e admirar a paisagem da nossa Veneza brasileira. A gente odeia as desigualdades que não é difícil perceber, seja nos contrastes urbanos entre prédios luxuosos e barracos, seja com as pessoas em situação de rua que a gente esbarra toda hora, mas a gente ama o vuco-vuco, as lojas e a agitação que só Recife proporciona. 
A gente odeia a violência, os assaltos e o medo de andar nas ruas à noite, mas adora as noites do Recife e consegue se sentir livre em pleno Recife Antigo. A gente odeia dia de jogo porque sente medo das briga…

pré-candidata vereadora recife

Imagem
Topei, tá topado e agora não tem mais jeito, o que era só uma hipótese na minha cabeça agora é um dever, uma tarefa, é que sou toda movida a sonhos e em tudo que me atrai me envolvo com intensidade e paixão. É como se tudo fosse novo e ao mesmo tempo eu soubesse mais ou menos o que tem que fazer, topei ser pré-candidata a vereadora na cidade do Recife, cidade grande com bairros grandes e tão distintos entre si, não é como Itamaracá onde conheço quase tudo e conheço demais os rostos ainda que não saiba o nome, em Recife o "buraco é mais embaixo", tem muita gente, acho que ainda não tenho muita noção do que essa tarefa representa, mas quer saber? não tô nem aí, eu só topei ser eu, só topei fazer o que gosto, só topei me esforçar pra convencer as pessoas que a gente pode mudar as coisas. 
Tô me sentindo quando topei ser presidente do Diretório Central dos Estudantes da UPE, topei ser a candidata e aí eu tinha grande responsabilidade com aquele compromisso, precisava ter pessoas …