Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2016

só pra constar

Imagem
Reparei que meu coração ainda acelera quando estás prestes a chegar, do mesmo jeito que acelerou naquele dia de chuva em que te desafiei a me fazer uma visita. Constatei alguns dias sem te ver que prefiro tá perto, porque longe quase morro de saudade. Entendi que nossos ataques de paixão tem horários diferentes pra gente se completar melhor. Mergulho em paz quando tô do teu lado e quando adormecemos de mãos dadas. Enlouqueço com o toque das tuas mãos, com a ponta dos teus dedos e com teu cheiro de  menino tomado banho. Sorrio quando te vejo falando com graça da vida e do que está por vir, mesmo que ainda tenha muito chão pra fazer tudo dar certo. 
Minha alma vibra e se alegra quando encontra a tua, felicidade dá medo de acabar a qualquer hora, por isso que a gente vai com medo mesmo, todos os dias, em todas as conversas, nos sonhos compartilhados, na espera de quem vai chegar. A gente aprendeu a deixar o manual de instruções aberto entre nós, com calma pra ler e interpretar a gente vai…

sobre a política de escrachos

Imagem
Sempre falo que depois que entrei no movimento estudantil e adquiri consciência de classe entendi que a luta em defesa do povo é a luta do óbvio, é óbvio que o trabalhador deve ganhar proporcionalmente a força de trabalho que ele vende, é óbvio que o fato de ser mulher não pode diminuir meus direitos, é óbvio que ser negra não pode ser motivo de discriminação na hora de ocupar um cargo numa empresa, É ÓBVIO QUE IMPEACHMENT SEM CRIME É GOLPE! 
Eu tinha 10 anos quando Lula foi eleito pra presidente pela primeira vez, eu não tinha noção da vida política do país, então não por consciência mas pela influência das pessoas que me cercam, eu senti uma alegria imensa com aquela vitória, lembro de ir eufórica pra escola de bicicleta com uma estrelinha do PT no peito, eu não sabia do que exatamente, mas meu sentimento era de orgulho. Eu tava certa em me sentir orgulhosa e a história nos mostrou que sim, era de eleger Lula que o povo precisava naquele período, a história nos mostrou que votamos em…

de mãos dadas

Imagem
A gente que nunca teve data certa, nem definição, nem hora pra se ver, a gente que foi levando, adiando conversas, ignorando o futuro e prezando pela liberdade, a gente chegou aqui, aqui onde somos agora metade e metade pra o resto da vida do novo ser que se forma da gente. As mudanças, as descobertas, os planos, pelo menos até que sejamos três, é somente de nós dois, não pertence a mais ninguém. 
Eu que já quis jogar tua escova de dentes fora, comprei uma nova e coloquei do lado da minha no banheiro, ri de mim mesma e ri da gente, da gente que sente amor pelo que tá acontecendo e sente medo, a gente que é tão humano, a gente que sonha em ser uma mulher e um homem melhor com a oportunidade criada de ser um laço, de ser um exemplo, uma referência. A gente que antes de tudo isso é a gente. 
Acontece que agora, nesse momento, eu vejo nascendo uma pessoa mais bonita do meu lado, que não deixa de ser o que é, mas que se preocupa no melhor que pode ser. Quero que a gente siga de mãos dadas pr…

a maternidade

A maternidade chegou pra mim, não sei se por construção social, não sei se pelo tal instinto, só sei que sempre desejei, tanto que nem consigo acreditar ainda. E é engraçado, mas todas as mães que eu conheço me dizem a mesma coisa, que eu só vou acreditar quando a barriga crescer, quando ouvir os batimentos cardíacos ou quando ele mexer, que eu vou sentir o amor maior desse mundo e que vou descobrir a razão de existir e um motivo pra viver, parece até que amor de mãe é receita de bolo. Não deve ser igual pra todo mundo, mas na primeira noite que descobri a existência do bebê eu não dormi e fiquei por horas descobrindo um novo mundo, de repente eu lembrei que o bebê ia crescer dentro de mim, depois que ia precisar sair, depois que ia precisar de um nome, depois que ia precisar de um lugar pra dormir, se pra todo mundo isso é tão óbvio, pude redescobrir tudo isso em algumas horas, alguns dias depois em um supermercado, passei pela sessão de bebês e ao ver as roupinhas meu coração aceler…

das escolhas de você

Eu que preferia ainda ter muita coisa pra descobrir por muito tempo, suspeito que tenho descoberto muita coisa, ainda não conheço milimetricamente cada traço das tuas tatuagens, mas em compensação descobri tua posição preferida de dormir e o tamanho exato do espaço que você precisa ocupar na cama pra te deixar mais confortável, descobri os teus gostos de comida e roupa, descobri tuas vontades e desvontades, descobri o que te agrada e muito mais o que te desagrada. 
Depois de todas descobertas posso escolher te deixar mais à vontade na cama ou dormir encaixada com meu rosto no teu peito, posso escolher preparar a comida que vai te despertar o apetite ou uma comida que não te satisfaça tanto, posso escolher fazer todas as tuas vontades em nome da tua liberdade e em detrimento da minha, porque eu sei o que você tem vontade de fazer só de ler tuas expressões ou alguma mensagem tua, posso escolher te agradar sempre com o que você quer ouvir, quer fazer, quer ter ou te deixar abusado, porque…