Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2016

Sem TEMER, sem assustar, sem desanimar, sem desistir!

Imagem
Vou começar com a frase clichê que mais tenho usado recentemente pra descrever o momento que estamos vivendo, “são tempos difíceis para os sonhadores”, os sonhadores que defendem o público e o estado de bem estar social para a população, claro. Camaradas, não se assustem, não TEMAM, é apenas aquilo que Marx falou “a história de toda a sociedade até os nossos dias nada mais é que a história da luta de classes”. É a luta de classes! É a disputa entre projetos antagônicos que têm objetivos e faces distintas, que têm representantes e representados diferentes! 
Não ousemos desanimar, os nossos representados necessitam de nós, de nós que temos consciência de classe. Peço que não nos assustemos, não desanimemos e não desistamos, passamos por um período muito vitorioso onde não exploramos nossas contradições e muitas vezes as subestimamos como as alianças prioritárias, a consciência política do povo beneficiado pelas conquistas garantidas e principalmente o distanciamento da base, da luta de m…

por menos romantização nos sintomas da gravidez

Imagem
Isso aqui não é sobre Loreta, não é sobre uma criança em desenvolvimento dentro de mim e a magnitude que isso carrega, isso aqui é um protesto, é sobre um sentimento, sempre ouvi a expressão "romantização da gravidez" principalmente dos debates sobre o direito ao aborto, se trata desse endeusamento que fazem da gravidez como uma coisa sagrada e divina, aquilo que eu só ouvia falar pude sentir na pele desde que tornei pública a chegada de um bebê e olhe que nem cogitei possibilidade de abortar, Loreta apesar de não ter sido planejada, foi desejada e mesmo sem o peso de um hipotético aborto entendi a tal romantização da gravidez, pois vamos lá.
Comecei a perceber que não tinha nada de romântico quando meu apetite travou, os enjoos começaram aos poucos até o dia do primeiro vômito e depois não parou mais por semanas seguidas, enjoos, vômitos, fraqueza, indisposição, eu até tinha apetite, mas não conseguia comer praticamente nada, eu me sentia doente, não me sentia grávida. Como …